top of page

UPA Araguari é selecionada para o Projeto de Boas Práticas em Cardiologia do Ministério da Saúde


O plano visa reduzir a hospitalização, morbidade, mortalidade e custos. As doenças cardiovasculares são a principal causa de morte no mundo, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS).


A Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Araguari foi escolhida para participar do projeto “Apoio à Implementação das Boas Práticas na Atenção à Cardiologia e Urgências Cardiovasculares”, do Ministério da Saúde em parceria com o Hospital Beneficência Portuguesa de São Paulo. O objetivo é oferecer suporte a instituições do Sistema Único de Saúde (SUS) para o atendimento em Urgências e Emergências cardiológicas, otimizando, assim, diagnóstico e tratamento.


A UPA Araguari foi inaugurada em 2016 para atender aos usuários do SUS em situações de urgência e emergência. O gerente médico da UPA, Dr. Fernando Henrique Gonçalves Pacheco, destacou que a instituição buscou participar do projeto, visando oferecer um melhor atendimento ao usuário. “Vimos uma oportunidade de aprimorar a assistência ao usuário com comorbidades cardiológicas, na urgência e emergência, bem como abertura para incorporar mais projetos do Ministério da Saúde, otimizando assim os resultados”, afirmou.


O projeto Boas Práticas deve contribuir para a melhoria da qualidade assistencial e segurança do paciente na UPA de Araguari, por meio do suporte de uma equipe especializada, que irá proporcionar maior assertividade nas condutas tomadas e diminuição no tempo de resposta a essas comorbidades.


A equipe da UPA de Araguari está animada com as teleconsultorias e sessões de aprendizagem virtual oferecidas pelo projeto. O Dr. Fernando afirma que "a expectativa de melhora no atendimento, aliado à maior satisfação do usuário, nos deixa empolgados a implementá-lo".


“Para a equipe da UPA de Araguari, a importância do Projeto Boas Práticas é a promoção de um atendimento especializado para pacientes com doenças cardiovasculares, já no departamento de Urgência e Emergência”, ressalta Dr. Fernando.


Saúde cardiovascular


O Ministério da Saúde vem trabalhando para reduzir as taxas de mortalidade por doenças cardiovasculares, por meio do projeto "Apoio à Implementação de Boas Práticas em Cardiologia e Emergências Cardiovasculares". Atualmente, 150 Unidades de Pronto Atendimento e 15 hospitais em todo o Brasil recebem suporte para implantação de boas práticas. A iniciativa visa qualificar estrategicamente a gestão clínica em atendimentos de emergência e cardiologia, principalmente por meio do tratamento oportuno de pacientes com Infarto Agudo do Miocárdio (IAM), e garantia de acesso à terapia intensiva e tratamentos complementares.

138 visualizações0 comentário

Commentaires


bottom of page