top of page

Unidades de saúde do setor leste de Uberlândia passam para gestão da Missão Sal da Terra


A Missão Sal da Terra foi a ganhadora do processo de licitação da Prefeitura Municipal para assumir a gerência das unidades de saúde na região leste de Uberlândia. O projeto abrange todas as atividades operacionais das unidades de saúde e ambulatórios especializados do município nesse setor.


O CEO e Superintendente de Saúde da Missão Sal da Terra, Arthur Pereira, destacou a importância de uma transição bem coordenada para minimizar os transtornos aos pacientes. Ele enfatizou o compromisso em oferecer um atendimento de excelência, com uma equipe responsável e capacitada na área de saúde, integrando os profissionais interessados que já vivenciam o setor.


As unidades que estarão sob a gestão da Missão Sal da Terra incluem UAI e UBS Tibery, UAI Morumbi, UBS Custódio Pereira, Centro Especializado em Reabilitação (CER) - Unidade Especializada, UBSF Aclimação, UBSF Alvorada e UBSF Penitenciária, UBSF Dom Almir, UBSF Ipanema I, II e III, UBSF Joana Darc e UBSF Presídio, UBSF Morumbi I, III, IV e V, além da Unidade de Apoio Tenda do Moreno e UBSF Tapuirama. Ao todo, somam-se também, 19 equipes de Saúde da Família e 11 de Saúde Bucal.


Arthur enfatizou a expectativa de iniciar a gestão dos serviços que serão prestados à população da região leste de Uberlândia, baseado na experiência consolidada em ações sociais e de saúde já desenvolvidas atualmente.


“Estamos honrados e extremamente gratos pela oportunidade de acolher, cuidar e servir a população do setor leste de Uberlândia. Essa será uma transição cheia de desafios, porque não acontecerá da noite para o dia, mas com certeza será feita com a excelência da equipe da Missão Sal da Terra. Agradecemos a Prefeitura de Uberlândia e que essa parceria siga alcançando grandes ações que nos oportunize cuidar das pessoas para transformar vidas”, disse o CEO, reforçando os valores da Missão Sal da Terra, que acredita no impacto transformador do conhecimento além do cuidado.


A transição para a nova gestão será concluída nas próximas semanas, com a expectativa e o olhar da Missão Sal da Terra em manter o paciente no centro de todas as decisões, fortalecendo o atendimento à comunidade e garantindo o acesso aos serviços essenciais.

A Missão Sal da Terra


Com mais de 40 anos de dedicação, a Missão Sal da Terra, uma Organização da Sociedade Civil (OSC), renova seu compromisso de promover saúde, educação e apoio social. A trajetória na área de saúde começou em 2007, na atenção secundária, com a gestão da UAI São Jorge, seguida pela UAI Pampulha três anos depois. Já em 2012, a OSC assumiu integralmente as Unidades Básicas de Saúde da Família do setor sul de Uberlândia, iniciando assim a experiência com a atenção primária em saúde, integrando a atenção primária e secundária. Em 2021 iniciou a gestão do Centro de Internação Pediátrico da PMU, na área de atenção terciária.


Neste mesmo ano, assumiu mais duas unidades de saúde: o CMAD, unidade voltada ao cuidado e tratamento de pacientes com diabetes, e o Campus Municipal de Atendimento à Pessoa com Deficiência, uma unidade de saúde com interface com a educação e atendimento multiprofissional a pessoas com deficiência grave e severa e, também, atendimento aos estudantes com deficiência da rede de ensino municipal de Uberlândia.


Já em 2022, assumiu o Centro de Referência do Transtorno do Espectro Autista (CRTEA), primeira unidade da saúde pública de Minas Gerais com foco no cuidado e tratamento para crianças com autismo.


Antes do setor leste, a Missão já contava com 33 unidades, 32 em Uberlândia e 1 em Araguari, com 43 equipes de saúde, divididas entre Atenção Primária, Secundária e Terciária.


Desde a década de 90, a Missão Sal da Terra já havia se destacado na educação e amparo social, gerindo creches e escolas de Educação Infantil. Atualmente, a organização gerencia oito Centros Educacionais para crianças de quatro meses a cinco anos, atendendo mais de 1200 crianças. Na esfera social, seus projetos incluem instituições de acolhimento para adolescentes, apoio a famílias acolhedoras e programas de apadrinhamento.


364 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page