top of page

Missão Sal da Terra fortalece compromisso ético na Segunda Semana do Compliance



A Missão Sal da Terra, organização sem fins lucrativos atuante nos setores de educação, saúde e social, celebrou com êxito a "Segunda Semana do Compliance", entre os dias 6 e 8 de dezembro. O evento marcou o segundo aniversário da adoção do guia de conduta institucional, reforçando o compromisso contínuo da instituição com a ética, transparência e integridade em todas as suas operações.

 

Com mais de quatro décadas de atuação, a Missão Sal da Terra se consolidou como uma entidade privada do terceiro setor, filantrópica e certificada como organização de assistência social. Em dezembro de 2021, a instituição implementou com sucesso o Programa de Compliance e Integridade, visando estabelecer e manter uma cultura justa, fundamentada em valores éticos e íntegros.

 

De acordo com a coordenadora do Programa de Compliance e Integridade, Marina Gennari de Souza e Silva Carlos, o programa é uma ferramenta de construção e fortalecimento de uma cultura justa, ética, íntegra e transparente. Marina ressaltou que as ações do programa mantêm continuamente a ética em pauta, servindo como bússola para todas as ações e decisões tomadas.

 

Durante ao evento, a Missão Sal da Terra contou com a participação do Dr. Filipe Venturini, do Instituto Ética Saúde, que ministrou uma palestra sobre a importância do Compliance. Marina destacou que a presença do Dr. Venturini foi crucial para ressaltar que o programa não é apenas uma ferramenta de controle interno, mas sim um instrumento de controle social. “Isso implica que a entidade, ao estabelecer padrões de trabalho com integridade, contribui para medir a ética em todos os negócios em que participa”, explica.

 

Na palestra proferida por Venturini, a parceria da Missão com o Instituto Ética Saúde foi destacada, reforçando o compromisso da instituição com a realização de um trabalho íntegro na área da saúde.

 

Ao abordar os planos futuros, a coordenadora explicou que, mesmo após dois anos da implementação do Programa de Compliance, há muito trabalho a ser feito. “Existe uma necessidade de monitoramento constante, pois a cultura é um fato em desenvolvimento contínuo. O programa mantém ações educativas, orientativas e, quando necessário, corretivas, com o objetivo de garantir que a cultura de ética seja perceptível na rotina e na entrega da organização”, enfatiza Marina.

 

A Missão Sal da Terra reitera que a cultura de compliance é fundamental para os objetivos de sustentabilidade do negócio, para a excelência do serviço prestado e, consequentemente, para a experiência, segurança e satisfação do cliente. O compromisso com a ética e a integridade continua a ser uma prioridade para a entidade, que busca constantemente aprimorar suas práticas e fortalecer sua cultura organizacional.

44 visualizações0 comentário
bottom of page